Você está aqui: Página Inicial / Funcionamento

Funcionamento básico do sistema

O ECRED utiliza a rede mundial de computadores (Web) para agilizar e facilitar a análise de crédito em bancos e outras instituições financeiras. Ele otimiza os processos de uma central de crédito, onde ficam os analistas, o supervisor e o gerente de crédito (ou administrador).

A central de crédito recebe, via Web, as propostas que devem ser analisadas das revendas (ou lojas), onde ficam apenas o gerente de cada loja e seus atendentes. Nesse modelo de operações, os custos de se manter analistas de crédito em cada loja são eliminados. Com efeito, uma central única de crédito com seus processos automatizados implementa um modelo de negócios bem mais atraente.

O estudo da proposta de crédito é executado através de uma rotina de avaliação, baseada na "Política de Concessão" da instituição, chegando a um dos diagnósticos possíveis: proposta aprovada, negada ou derivada para a mesa de crédito. Mais detalhes sobre o funcionamento podem ser obtidos no site da Paradigma.

O Ecred possui uma linguagem de expressão da política de crédito, que torna a automação da análise flexível e totalmente construída pelo gestor. Muito fácil de aprender, trata-se de uma linguagem declarativa com operações lógicas e aritméticas. Através dessa linguagem o gestor explicita sua própria política, sem necessidade de intervenção de programadores de sistemas.

Para analisar o crédito, o sistema procede em três etapas:

  • Entrada das informações cadastrais do cliente que compõem a proposta (operação realizada remotamente, nas lojas ou filiais).
  • Realização do diagnóstico, que pode ser: aprovar, negar ou derivar (na central de crédito).
  • Impressão de documentos (Ficha cadastral, Cédula de crédito, Carnê de pagamentos, etc).

O sistema armazena as informações dos clientes para integração ao conjunto dos sistemas de retaguarda da instituição: gestão de cliente, estatísticas, contabilidade, tratamento jurídico, entre outras.